Pêndulo de Torção

 Autores: Me. Giselle dos Santos Castro - Universidade Federal do Ceará - UFC
                  Dr. Nildo Loiola Dias - Universidade Federal do Ceará - UFC

CONTROLES: 

- Escolha um corpo sólido para oscilar, dentre 5 possibilidades.
- Escolha uma constante torcional, dentre 3 conhecidas e uma desconhecida.
- Escolha o material (massa específica) do corpo sólido dentre 5 possibilidades.
- Escolha a amplitude angular inicial de oscilação, de 5º à 15º.
- Ajuste as dimensões do corpo sólido escolhido usando os controles deslizantes em verde (disponíveis para ajuste).
- Pressione “Aplicar” para iniciar o movimento de oscilação e acionar o cronômetro simultaneamente. Pressione em “Parar Cronômetro” para parar o cronômetro. Ao pressionar “Aplicar” os controles deslizantes ficam indisponíveis (em vermelho).
- O botão “Reset” permite reiniciar a simulação.

DESCRIÇÃO DA SIMULAÇÃO:

Essa simulação permite o estudo do movimento de oscilação de um pêndulo de torção para vários sólidos (cilindro sólido em torno do eixo do cilindro, esfera sólida em torno do diâmetro, casca esférica em torno do diâmetro, cilindro sólido em torno de um eixo que passa pelo centro e é perpendicular ao comprimento, placa retangular em torno de um eixo perpendicular ao plano da placa e que passa pelo centro). É possível estudar o período de oscilação em função: da massa, da constante torcional do fio, da amplitude angular de oscilação e das dimensões de cada corpo. Medindo o período de oscilação é possível determinar o momento de inércia de cada sólido que pode ser estudado em função das dimensões ou em função da massa. Três constantes torcionais conhecidas podem ser utilizadas. Uma constante torcional desconhecida pode ser obtida “experimentalmente” pela determinação do período e do conhecimento do momento de inércia do corpo utilizado. Um cronômetro na simulação permite as medidas dos períodos.

 

Para a análise dos dados consulte um dos ROTEIROS propostos.